O Pezão


Na adolescência estudei com um guri que tinha o apelido de Pezão.
Sempre achei o apelido super estranho, até feio, mas ao mesmo tempo isso me despertava uma certa curiosidade.

Ele realmente tinha os pés bem grandes e era bem alto também. Lembro bem de uma manhã em que fui para quadra de esportes da escola e lá fiquei observando o Pezão tirar os tênis dos pés.
Ele ficou só de meias por um bom tempo e eu fiquei morrendo de tesão e de vontade de ver mais.

Tive tanto desejo de, sei lá, tirar aquelas meias e tocar aqueles pés, que naquele dia mesmo acabei sonhando com isso.

Não cheguei a ver o Pezão descalço e até hoje me pego imaginando como deveriam ser seus pés, mas no sonho foi tão prazeroso acariciar os pés grandes dele que a imagem que criei ficou desde então em minha memória.

P.S. O rapaz da foto lembra bem como era o Pezão.

2 comentários:

  1. Querido Nino,
    Adorei o post!
    Sempre que der, conte mais sobre as suas peripécias de infância.
    Beijos nos seus pezões 44!

    ResponderExcluir

Tecnologia do Blogger.